conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Notícias

Curso gratuito aborda saúde e segurança em instituições de longa permanência

Atividade online oferecida pelo Campus Virtual Fiocruz tem como cuidados integrais, vacinação, contatos sociais, entre outros

Curso é online, gratuito e tem carga horária de 12 horas

O Campus Virtual Fiocruz (CVF) lançou este mês o curso Cuidado de Saúde e Segurança nas Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) no contexto da Covid-19As inscrições estão abertas para cuidadores, familiares e profissionais que atuam com a saúde da pessoa idosa e segurança do paciente.

O curso é gratuito, online e autoinstrucional (sem tutoria), composto por seis aulas, que totalizam uma carga horária de 12 horas. Entre os temas abordados estão: medidas de prevenção e controle da disseminação de doenças; cuidados em áreas comuns; fragilidade e violência; vacinação para proteção da Covid-19 nas ILPIs; contatos sociais em tempos de isolamento; estratégias de comunicação para garantir o contato da pessoa idosa com a sua família ou comunidade, e recomendações para a comunicação de notícias difíceis.

A coordenadora acadêmica do curso é Sabrina Duarte, professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)  e assessora técnico-científica do Centro Colaborador para a Qualidade do Cuidado e a Segurança do Paciente (Proqualis), ligado ao Instituto de Comunicação e Informação Científica e Tecnológica em Saúde (Proqualis/Icict/Fiocruz). 

A equipe conta também com os pesquisadores da Fiocruz Victor Grabois (Ensp/Fiocruz) e Ana Luiza Pavão (Icict/Fiocruz), que são, respectivamente, coordenador executivo e coordenadora adjunta do Proqualis.

O conteúdo do curso tem o objetivo de oferecer aos participantes conhecimento das bases conceituais sobre a saúde da pessoa idosa no contexto da pandemia de covid-19. E assim, possibilitar uma reflexão crítica sobre a qualidade do cuidado prestado e a segurança do paciente.

Aulas do curso

1: População idosa e a Covid-19
População Idosa e a Covid-19
Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPI) no contexto da Covid-19
Medidas de prevenção e controle da disseminação na ILPI

2: Cuidados integrais
Cuidados Integrais com a Pessoa Idosa
Cuidados em áreas comuns
Manutenção dos cuidados frequentes
Fragilidade e Violência

3: Vacinação para proteção da Covid-19 nas ILPIs
Orientações para a vacinação contra a Covid-19 nas ILPIs

4: Contatos sociais em tempos de isolamento
Estratégias de comunicação para garantir o contato da pessoa idosa com a sua família/comunidade
Proposta de atividades para o tempo livre das pessoas idosas
Estratégias para restabelecimento da visitação

5: Atendimento ao residente com quadro suspeito ou com diagnóstico de Covid-19
Casos suspeitos ou confirmados
Agravamento do quadro e necessidade de internação do idoso

6: Recomendações para Comunicação de Notícias Difíceis no Contexto da Covid-19
Comunicação do óbito nas ILPIs
Cuidados com o corpo em caso de óbito

Cuidadores

Em janeiro a Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz) lançou três novas cartilhas de apoio para cuidadores de idosos. Os materiais tem foco em direitos, saúde, solidão e luta, entre outras orientações de prevenção e cuidado em tempos de pandemia.

(Fonte: Campus Virtual Fiocruz / Imagem principal: Freepik)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Eventos

O Programa Vem Dançar, iniciativa da Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME), terá neste ano um...

Notícias

Medida adotada pela prefeitura da capital, que entrou em vigor em fevereiro, vem gerando questionamentos por ter retirado um direito adquirido de idosos com...

Notícias

Estudo estima que o avanço da vacinação contra a covid-19 no país seja responsável pela prevenção entre a população 70+ e 80+