conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Notícias

MaturiFest 2021: ranking GPTW 50+ e pesquisa

Evento da startup Maturi destacou as empresas que investem na diversidade etária e também revelou as percepções do 50+ na pandemia

Eduardo Marcondes - GPTW

Um dos destaques do MaturiFest, realizado em julho, foi a divulgação do Raking Great Place To Work (GPTW) 50+. Pelo segundo ano, foram premiadas as empresas que estão trabalhando de foram diferenciada pela diversidade etária. Das 60 empresas que se candidataram, foram selecionadas dez: Accenture do Brasil, AlmavivA do Brasil Telemarketing e Informática, Banco Santander, Bristol Myers Squibb, Cataratas do Iguaçu S/A, Cisco, IBM Brasil, Sabin Medicina Diagnóstica (Distrito Federal), Takeda Distribuidora e Tokio Marine Seguradora.

O painel que apresentou a premiação destacou como o investimento na diversidade etária é estratégico para o negócio, independentemente do setor da empresa. A intergeracionalidade abre espaço para a inovação e para oportunidades de desenvolvimento e crescimento, agregando a maturidade e experiência dos 50+. Um alinhamento que a partir das lideranças, tira a inclusão do discurso e leva para a prática com ações de respeito e valorização.

MaturiFest - Painel Ranking GPTW

Participaram do painel Eduardo Marcondes (em destaque na imagem principal), diretor Youleader, frente de educação e diversidade do GPTW; Marcela Vavassori, da Tokio Marine; Mariana Bittar, da Sabin, e Thamara Alencar, da Accenture. A Tokio e a Sabin estão pelo segundo ano no ranking e a Accenture entrou este ano. A mediação foi de Andrea Tenuta, da Maturi.

Maturi 2021

No MaturiFest também foram apresentados os resultados da Pesquisa Maturi 2021, que avaliou como o público 50+ está lidando com a pandemia, seus hábitos e percepções. Foram mais de 1.800 respondentes, entre os meses de junho e julho, com idade média de 59 anos. A apresentação foi feita por Juliana Vanin, fundadora da NOZ Pesquisa & Inteligência, responsável pela pesquisa, com Mórris Litvak, CEO da Maturi.

Entre os entrevistados, 39% estão em busca de recolocação profissional, sendo que destes 53% perderam o trabalho durante a pandemia. O perfil profissional também mostrou que 18% atuam como consultores autônomos, 11% estão empreendendo e 10% têm um trabalho formal.

Pesquisa Maturi - Oportunidades e desafios

A maioria se sente preparada para as exigências do novo mercado, mesclando os meios físicos e digital, com uma jornada de trabalho flexível e maior autonomia (62%) e modelo de trabalho home office ou híbrido (57%). A pesquisa evidenciou a busca constante por aperfeiçoamento, revelando que 80% realizou cursos online na pandemia, sendo que 16% fez um curso online pela primeira vez.   

Juliana destacou na apresentação as palavras que ilustram este momento de transformação da pandemia: hibrido, mundo que vai mesclar o físico e o digital; (re)evolução com tendências que se concretizaram de forma acelerada e (re)pensar a vida, as prioridades, a solidariedade entre as pessoas, o papel do consumo, entre outras coisas.

Saiba mais sobre o MaturiFest 2021 no blog Nova Maturidade. Conheça a Comunidade Maturi no Facebook.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Notícias

Atividade online oferecida pelo Campus Virtual Fiocruz tem como cuidados integrais, vacinação, contatos sociais, entre outros

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises