conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Iniciativas & Projetos

Anjos da guarda podem ajudar idosos pelo WhatsApp

Whatsapp ferramenta comunicação contra isolamento solidão abandono voluntariado

Diante do avanço do coronavírus, a medida preventiva recomendada é o isolamento, especialmente para idosos que apresentam o maior risco para infecções e tem alta taxa de mortalidade. Iniciativas vão surgindo para reduzir o sentimento de solidão e abandono que pode trazer o isolamento. Destaque para o “Tem um anjo da guarda no meu WhastApp”, da pesquisadora Marília Duque.

A ideia de Marília é baseada na pesquisa desenvolvida ao longo de 16 meses, observando o uso de smartphones por idosos. Segundo ela, o WhatsApp é usado por eles não só como ferramenta de comunicação mas inclusive para construir redes de cuidados e solidariedade.

Em seu site Saúde e Envelhecimento há exemplos de como aprender com eles e se tornar um anjo da guarda, levando conforto às pessoas idosas que moram sozinhas durante a crise do coronavírus. A tarefa é se atualizar sobre o estado de saúde do idoso de manhã, à tarde e de noite, e também vai estar disponível para conversar ao longo do dia.

O Anjo da Guarda, de acordo com a proposta, é um ponto de apoio para idosos que moram sozinhos, começando pelas pessoas próximas que já são contatos do WhatsApp. Como bem reforça a pesquisadora, o voluntário não faz diagnóstico ou dá recomendações médicas. A função é apoiar e auxiliar o idoso.  

Faça o papel de Anjo da Guarda, como orienta a pesquisadora:

1) Mande mensagens ao longo do dia perguntando como a pessoa está, se dormiu bem, se comeu, se teve febre, se teve tosse.

2) Esteja disponível para conversar.

3) Esteja pronto para orientá-lo sobre como buscar orientação médica. O Ministério da Saúde desenvolveu o aplicativo CORONAVÍRUS SUS, disponível para celulares com o sistema Android e iPhone. O app tem roteiro de perguntas para triagem, dicas, notícias e mapa das Unidades de Saúde usando geolocalização.

4) Sem fake News! Mantenha o idoso informado com notícias de fontes confiáveis. Na dúvida, consulte a página sobre o coronavírus do Ministério da Saúde.

Alerta

A pesquisadora alerta para se manter na rede de contatos e ter atenção redobrada com os estelionatários que podem se passar por anjos da guarda. Lembrando que idosos também podem ser anjos da guarda de idosos, e mesmo os analfabetos podem aproveitar os recursos do WhatsApp. Saiba mais sobre o novo coronavírus no blog Nova Maturidade. Acesse o link.

Pesquisadora

Doutoranda na Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) São Paulo e bolsista Programa de Doutorado-sanduíche no Exterior (PDSE) CAPES, Marília Duque é pesquisadora brasileira do estudo global Smartphones, Smart Ageing, coordenado pela University College London (UCL). Ela passou 16 meses em São Paulo aprendendo como os idosos usam seus smartphones e quais seus impactos para a saúde.

A pesquisa de Marília foi um dos destaques do Fórum de Comunicação e Consumo para o Mercado Grisalho, realizado em maio de 2019 pela Free Aging e a ESPM, um dos primeiros eventos cobertos pelo blog Nova Maturidade.  Seu trabalho resultou em guias de boas práticas de WhatsApp para a saúde e nutrição. Um manual gratuito está disponível no site Saúde e Envelhecimento.  (Fonte: Saúde e Envelhecimento, pesquisadora Marília Duque / Imagem de Selling of my photos with StockAgencies is not permitted por Pixabay

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Iniciativas & Projetos

Evento será em formato híbrido, presencial e online, com diversas palestras e expositores, com início no dia 29 de setembro

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises