conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Iniciativas & Projetos

Sesc SP promove conscientização contra violência

Mais uma edição da Campanha de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa começa nas unidades do Sesc

sesc sp - combate a violência - junho violeta

O Sesc São Paulo apresenta mais uma edição da Campanha de Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa, que acontece de hoje (8) até 15 de junho nas unidades da capital, interior e litoral, no formato presencial e online. A iniciativa busca a melhoria da qualidade de vida e a valorização da pessoa idosa, seus direitos de igualdade e acesso às políticas públicas. Na próxima quarta-feira, dia 15 de junho é o Dia Mundial da Conscientização da Violência contra a Pessoa Idosa.

Com o tema “Reconhecimento e Direitos”, a campanha busca trazer as principais tipologias de violência contra a pessoa idosa para que a população possa reconhecer, se proteger e denunciar, compreendendo como funcionam as redes socioassistenciais e como estas se articulam e operam de modo a agir positivamente e de forma socioeducativa na situação. Acesse a programação das unidades do Sesc São Paulo.

De acordo com o Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, as denúncias de violência contra pessoas idosas cresceram 81% durante a pandemia no Brasil. Mais de 60% dos casos ocorrem nos lares e dois terços dos agressores são filhos e filhas.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) define como violência ou maltrato contra a pessoa idosa o ato (único ou repetido) ou omissão que cause dano ou aflição e que se produz em qualquer relação na qual exista expectativa de confiança. Denúncias podem ser feitas ao Disque 100 – Ministério Público; 190 – Delegacia da Polícia Militar, e 181 – Disque Denúncia.

Conheça os tipos de violência contra a pessoa idosa

1. Negligência

Quando há descaso da família, órgãos públicos e instituições privadas que trabalham com o bem-estar das pessoas idosas. Caracteriza-se pela omissão diante de situações de violência, maus-tratos e abandono.

2. Violência Psicológica

Menos reconhecida como uma forma de violência, envolve discriminação, humilhação e preconceitos que acabam culminando em tristeza, sofrimento e depressão.

3. Abuso Financeiro

Apropriação ilegal dos recursos e bens da pessoa idosa, por meio não consciente, até mesmo quando acha que está ajudando, ou por intimidação e utilização forçada.

4. Violência Física 

Agressões, beliscões, tapas e xingamentos acompanhados de empurrões, que em estágios graves podem levar à sérias lesões ou até mesmo a óbito.

5. Violência Institucional

Falta de políticas públicas e de efetivas redes de apoio e proteção, além do abandono de instituições estatais ou privadas.

6. Violência Sexual 

Compreende-se por práticas eróticas impostas às pessoas idosas por meio de aliciamento ou ameaças, como por exemplo beijos forçados e atos sexuais sem consciência ou consentimento.

(Fonte: Sesc São Paulo)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Notícias

Atividade online oferecida pelo Campus Virtual Fiocruz tem como cuidados integrais, vacinação, contatos sociais, entre outros

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises