conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Iniciativas & Projetos

Seminário Nacional de ILPI começa nesta quinta (6)

Serão quatro encontros promovidos pela Frente Nacional de Fortalecimento às instituições, sempre às quintas-feiras, a partir das 19 horas

Começa esta semana o I Seminário Nacional de Instituições de Longa Permanência para Idosos (ILPIs) – Construindo Parcerias. Serão quatro encontros, promovidos pela Frente Nacional de Fortalecimento às instituições durante o mês de maio, com início nesta quinta-feira, dia 6. Os próximos também serão às quintas-feiras, das 19 às 21 horas. Inscrições gratuitas pela plataforma Sympla no link.

“Seminário vem de semente, estamos semeando uma proposta que apoie as instituições para cuidar melhor. Um cuidado em senso amplo, das pessoas, dos profissionais, mas também cuidado com a gestão”, destaca a coordenadora geral da Frente Nacional, a dra. Karla Giacomin, médica geriatra e doutora em Ciências da Saúde.

A coordenadora geral ressalta que é preciso falar da gestão das instituições como um negócio, profissionalizando o segmento para atender a complexidade de requisitos, como a fiscalização por diversas agências: “É importante capacitar, qualificar, provocar os trabalhadores das instituições para se atualizarem, trazendo o que há de mais adequado para o momento”.

O Seminário traz uma temática diferente a cada encontro, começando nesta quinta-feira, dia 6, com Alexandre Kalache, demonstrando a necessidade e urgência de uma política de cuidados. O presidente do Centro Internacional de Longevidade Brasil (ILC-Brazil) abordará em sua palestra “A Revolução do Cuidado”. A programação conta ainda com duas salas simultâneas. Na Sala 1 o tema será “O Cuidado Centrado na Pessoa Idosa” com Eduardo Sabbi, Silvana Lamers, Patrick Wachholz e Marisa Accioly, e na Sala 2, “Funcionalidade”, com Tatiana Barral, Rosimeire Santanta, Marcella Assis e Maria Izabel Oliveira.

Na próxima quinta, dia 13, Ana Amélia Camarano trará a história das instituições no país com a palestra “ILPI: Do que estamos falando”. A palestrante é pesquisadora do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e membro honorário da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG). As salas simultâneas abordarão “Antes da institucionalização” (Sala 1) com Karla Marcelino, depoimentos de residentes, familiares e a visão jurídica com Cristiane Branquinho, e “Acolhida ao residente” (Sala 2), com a participação de um gestor, um cuidador e da assistente social Aline Ouro Preto.

Gestão das instituições

O terceiro encontro, no dia 20 de maio, será com a enfermeira sanitarista Miriam Ikeda, que vai falar das instituições da necessidade de gestão e cuidado financeiro com a palestra “A ILPI também é uma empresa”. As salas simultâneas abordarão gestão (Sala 1) e cuidado de qualidade (Sala 2). Os participantes serão Ariane Angioletti, Marcos Almada, Marcela Giovanna, Vania Cantanhede, Natália Horta e Yeda Duarte.

“Observamos na pandemia que muitas instituições, tanto filantrópicas como privadas, fecharam ou diminuíram, com as pessoas perdendo o emprego e os falecimentos. É preciso fortalecer as instituições como empresa também, que estejam legalizadas, adequadas do ponto de vista sanitário, ofertando cuidado de qualidade baseado nas melhores referências da literatura e de boas práticas”, afirma a dra. Karla Giacomin.

O último encontro, no dia 27 de maio, terá como foco Regulação e Políticas. Os palestrantes Michelle Clos e Paulo Villas Boas vão abordar o “Panorama das ILPIs a partir da experiência da Frente Nacional”. As salas vão abordar a necessidade de intersetorialidade (Sala 1), com Helena Pataro, José Araújo, Mariangela Moura e Cristina Hoffman, e financiamento (Sala 2), com Alexandre Alcântara e Carmencita Balestra.

Também devem participar do encontro de encerramento do Seminário o presidente da Comissão dos Direitos da Pessoa Idosa da Câmara (CIDOSO), deputado federal Dr. Frederico, e o secretário Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, Antonio Costa. No encerramento do evento, será lançado um manual de cuidado para pessoas idosas institucionalizadas, baseado na realidade verificada pela Frente. De acordo com a coordenadora geral da Frente serão dois blocos, um deles dedicado à gestão, com indicadores de qualidade e monitoramento, e outro voltado para a rotina de cuidados.

Frente Nacional

Inicialmente criada em torno das questões emergenciais de enfrentamento da covid-19 nas instituições, a Frente Nacional se tornou referência para instituições de todo o país, estando presente em todas as regiões por meio de lives e voluntários. O grupo criou um espaço de estímulo às ações de apoio às instituições, e de planejamento, articulação e fomento para o aperfeiçoamento das políticas públicas de cuidados de longa duração à pessoa idosa.

Um dos primeiros materiais lançados foi o relatório técnico para o enfrentamento emergencial da pandemia, em abril de 2020. “Acredito que tenha sido um ano muito positivo, ofertando informação de qualidade nesse momento com tantas fake news e informações desencontradas”, afirma a dra. Karla Giacomin.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Notícias

Atividade online oferecida pelo Campus Virtual Fiocruz tem como cuidados integrais, vacinação, contatos sociais, entre outros

Eventos

O Programa Vem Dançar, iniciativa da Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME), terá neste ano um...

Notícias

Medida adotada pela prefeitura da capital, que entrou em vigor em fevereiro, vem gerando questionamentos por ter retirado um direito adquirido de idosos com...

Notícias

Avanço da campanha de imunização no Estado, de acordo com o governo paulista, depende da chegada das vacinas da Fiocruz