conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Saúde & Bem-estar

Pele do idoso requer atenção redobrada

Maior órgão do corpo humano, a pele sofre com fatores externos e internos e, por isso, precisa de cuidados constantes. Tem funções variadas, como proteção, produção de vitamina D, regulação de temperatura do corpo, além de ser o principal órgão sensorial. O envelhecimento da pele é inevitável, mas pode ser amenizado com alguns cuidados.

Segundo a Sociedade Brasileira de Dermatologia, existem mais de três mil enfermidades diferentes que podem acometer a pele e, por isso, é tão importante ter um acompanhamento. Nos idosos, a incidência desses problemas é ainda maior. “Na especialização em gerontologia da enfermagem temos uma disciplina somente para falar de pele e seus cuidados em idosos. A fragilidade desse órgão pode causar diversos problemas”, conta Marcella dos Santos, enfermeira chefe do Grupo DG, especializada em gerontologia.

A prevenção e acompanhamento periódicos com especialista é muito importante, além do treinamento para cuidadores, que precisam saber como lidar com lesões para não agravar o quadro, por exemplo.

“É preciso ter propriedade em relação aos cuidados com a pele de idosos, pois a cicatrização é diferente. Atenção para notar quando é necessário procurar avaliação de um dermatologista é fundamental, além da realização de exames periódicos”, explica a especialista.

Cuidados

Banho de sol é recomendado mas com atenção (Imagem de Ylanite Koppens por Pixabay 

No dia a dia dos idosos nos residenciais do Grupo DG, por exemplo, esse cuidado é redobrado. “Procuramos sempre agir preventivamente, pois é uma pele mais delicada, que pode se machucar com mais facilidade”, afirma Santos. Além disso, o banho de sol traz muitos benefícios, mas deve ser observada a proteção solar adequada e os horários corretos para isso.

Poluição, tabagismo e a alimentação também são fatores que influenciam na manutenção de uma pele saudável, além dos cuidados diários e do consumo adequado de água. “Em pacientes idosos também fazemos verificação minuciosa de pintas e lesões para garantir que não evoluam para um quadro de câncer de pele. Outro ponto de atenção é para micoses entre os dedos dos pés, por estarem sempre cobertos ou abafados com meias e sapatos”, afirma Marcella.

A dica da profissional é agir sempre de forma preventiva. “O treinamento do cuidador para estar atendo a esses detalhes e sinais é muito importante e tomar providências precocemente, a qualquer sinal relevante, pode evitar complicações e garantir a saúde deste órgão”, finaliza a profissional.

Saúde em dia

Confira no blog Nova Maturidade outros dicas de cuidados com a saúde, como manter uma alimentação saudável e controlar a ansiedade. (Fontes: Máxima Assessoria de Imprensa e Grupo DG Sênior / Imagem principal de PeachMoon por Pixabay

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Iniciativas & Projetos

Evento será em formato híbrido, presencial e online, com diversas palestras e expositores, com início no dia 29 de setembro

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises