conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Cultura

Fafá de Belém brilha e inspira no The Voice+

A nova técnica do programa tem se destacado a cada episódio, com seu conhecimento musical e suas falas inspiradoras

Fafá de Belém - Tjhe Voice+ - Gshow/Divulgação

No The Voice+ (TV Globo), programa musical voltado para as vozes 60+, não brilham apenas os talentos maduros que se apresentam no palco a cada domingo, os técnicos mais experientes, Carlinhos Brown, de 59 anos, e Fafá de Belém (foto: Gshow/Divulgação), 65, têm se mostrado um reforço de peso para a atração. Além de referências, são experts no mundo musical de hoje e de outros tempos. Neste domingo, dia 20, tem mais uma etapa de Audições às Cegas.

Destaque especial para Fafá, com certeza. No último domingo, ela fez uma fala importante de combate ao idadismo, que é o preconceito contra a pessoa idosa:

“Nós temos que lembrar ao mundo e ao Brasil, especialmente, que nós, que temos mais de 60 anos, estamos vivos. Nós temos muita coisa para dar. Nós temos uma aprendizagem imensa. É preciso que o Brasil tire de todas as pessoas, de mais de 55 anos, a capa da invisibilidade. Nós somos visíveis, temos desejos, temos sonhos, temos experiência, temos vida e temos muito para ensinar”.

Fafá de Belém, técnica do The Voice+

Um resumo perfeito de toda a potencialidade das muitas velhices, ganhando espaço em rede nacional. E assim, ela é exemplo para pessoas de todas as gerações, que já vinha sendo espelho para os 60+ ao assumir os cabelos brancos durante os tempos mais pesados da pandemia. Viva Fafá! Viva o talento maduro!

The Voice+

O programa do último domingo, dia 13, teve mais emoção com as super vozes 60+ e mais de uma apresentação com músicas de Caetano Veloso: “O Quereres”, “Luz do Sol” e “Reconvexo”. No time de Carlinhos Brown entraram Jurandir Vieira, de 65 anos, de Teresina (PI), o primeiro nas audições do dia; a cantora de bailes Elaine Anuan, 61, de Belo Horizonte (MG), que trouxe Alanis Morissete; e Avelino Bezerra, 66, de Campinas (SP).

Ao time da cantora Ludmilla, se juntaram Dilma Oliveira, 60, do Rio de Janeiro (RJ), que trabalha como cuidadora de idosos; a cantora e enfermeira Regina Dias, 63, de São Carlos (SP); a ex-colega de banda de Brown na juventude, Ione Papas, 61, de Salvador (BA), e Geraldo Mamedh, 60, de Três Corações (MG).

Para o time de Toni Garrido entraram o cordelista de Brejo da Madre de Deus (PE), Junior Viera, 70; Luciene Sampaio, 60, do Rio de Janeiro (RJ), que vive de música, e Eliane Vidal, 71, Rio das Pedras (SP), que sempre manteve o sonho de cantar.

Fafá de Belém foi escolhida por Emílio Seresteiro, 76, de Goiânia (GO), que emocionou a técnica com a música “Laura”, nome de sua neta e também da neta de Fafá, foi também depois de sua apresentação que a cantora falou sobre o idadismo. Também entraram para o time Ernesto Aun, 75, de São Paulo (SP), e Sandra Frascá, 69, de Batatais (SP).

Viver e reviver

A paulistana Sarita, de 72 anos, encantou com sua voz e sua história de vida. Ela começou na música tocando piano, abandonou para se dedicar à empresa da família. E aos 50 anos, depois de batalhas contra o câncer, se reencontrou com a música, e veio ao palco do The Voice+ mostrar que é possível “reviver”.

Terceira temporada

E se você tem mais de 60 anos e tem o sonho de cantar no palco do The Voice+, mal começou a segunda temporada, e já estão abertas as inscrições para a edição 2023. Veja como participar clicando aqui.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Notícias

Atividade online oferecida pelo Campus Virtual Fiocruz tem como cuidados integrais, vacinação, contatos sociais, entre outros

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises