conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Iniciativas & Projetos

Curso Envelhe(SER) na Ativa acontece em Jundiaí

Capacitação para o público com mais de 50 anos em Jundiaí, no interior de São Paulo, estimula busca de trabalho ou novos negócios

Curso Envelhe(SER) na ativa - economia prateada - público 50+

O curso Envelhe(SER) na Ativa teve início na cidade de Jundiaí, no interior de São Paulo, com o objetivo de promover capacitação para o público com mais de 50 anos. A iniciativa é da VRS Academy, em parceria com a Unidade de Gestão de Educação (UGE), articulada pela Rede Jundiaí de Cooperação, vinculada à Unidade de Gestão de Governo e Finanças (UGGF).

O curso de economia prateada, com foco no público 50+, reúne temáticas que vão desde autoestima, autorrealização, até a transformação digital e alternativas criativas de renda. A primeira aula foi no dia 12 de novembro e continuam nos dias 19 e 26 de novembro, no auditório do Centro Municipal de Educação de Jovens e Adultos (CMEJA) Prof. Dr. André Franco Montoro. 

O Envelhe(SER) na Ativa também é um estímulo à busca de trabalho e/ou negócios que constituam renda para a autonomia e independência dos 50+. Luciana Corrêa é professora do curso e da VRS Academy e explica que, no Brasil, nos próximos anos, 45% da população economicamente ativa terá pelo menos 45 anos.

Envelhe(SER) na Ativa

De acordo com Luciana serão abordados no curso conteúdos práticos para promover o envelhecimento economicamente ativo da população, seja individual ou para a coletividade de forma geral. Os três principais tópicos são o SER, o SABER e o TER. “É um curso que visa à promoção coletiva do conhecimento”, conta Luciana. 

Para o gestor da UGGF, José Antonio Parimoschi, a parceria com a VRS Academy tem foco no estímulo do grupo etário 50+ para a manutenção ou reinserção da presença ativa deste público na economia. A parceria, segundo ele, promove a capacitação das pessoas e de mão de obra qualificada.  

A gestora de Educação, Vastí Ferrari Marques, avalia que o Envelhe(SER) volta o olhar para o envelhecimento da população ao oferecer novas oportunidades aos alunos do CMEJA, que são pessoas que não tiveram a oportunidade de frequentar a educação formal dentro do período regular. De acordo com ela, boa parte dos alunos jovens e adultos volta aos estudos para que possa se qualificar para o mercado de trabalho.

(Fonte e imagens: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Jundiaí)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Notícias

Atividade online oferecida pelo Campus Virtual Fiocruz tem como cuidados integrais, vacinação, contatos sociais, entre outros

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises