conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Iniciativas & Projetos

Curso Envelhe(SER) na Ativa acontece em Jundiaí

Capacitação para o público com mais de 50 anos em Jundiaí, no interior de São Paulo, estimula busca de trabalho ou novos negócios

Curso Envelhe(SER) na ativa - economia prateada - público 50+

O curso Envelhe(SER) na Ativa teve início na cidade de Jundiaí, no interior de São Paulo, com o objetivo de promover capacitação para o público com mais de 50 anos. A iniciativa é da VRS Academy, em parceria com a Unidade de Gestão de Educação (UGE), articulada pela Rede Jundiaí de Cooperação, vinculada à Unidade de Gestão de Governo e Finanças (UGGF).

O curso de economia prateada, com foco no público 50+, reúne temáticas que vão desde autoestima, autorrealização, até a transformação digital e alternativas criativas de renda. A primeira aula foi no dia 12 de novembro e continuam nos dias 19 e 26 de novembro, no auditório do Centro Municipal de Educação de Jovens e Adultos (CMEJA) Prof. Dr. André Franco Montoro. 

O Envelhe(SER) na Ativa também é um estímulo à busca de trabalho e/ou negócios que constituam renda para a autonomia e independência dos 50+. Luciana Corrêa é professora do curso e da VRS Academy e explica que, no Brasil, nos próximos anos, 45% da população economicamente ativa terá pelo menos 45 anos.

Envelhe(SER) na Ativa

De acordo com Luciana serão abordados no curso conteúdos práticos para promover o envelhecimento economicamente ativo da população, seja individual ou para a coletividade de forma geral. Os três principais tópicos são o SER, o SABER e o TER. “É um curso que visa à promoção coletiva do conhecimento”, conta Luciana. 

Para o gestor da UGGF, José Antonio Parimoschi, a parceria com a VRS Academy tem foco no estímulo do grupo etário 50+ para a manutenção ou reinserção da presença ativa deste público na economia. A parceria, segundo ele, promove a capacitação das pessoas e de mão de obra qualificada.  

A gestora de Educação, Vastí Ferrari Marques, avalia que o Envelhe(SER) volta o olhar para o envelhecimento da população ao oferecer novas oportunidades aos alunos do CMEJA, que são pessoas que não tiveram a oportunidade de frequentar a educação formal dentro do período regular. De acordo com ela, boa parte dos alunos jovens e adultos volta aos estudos para que possa se qualificar para o mercado de trabalho.

(Fonte e imagens: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Jundiaí)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Notícias

Atividade online oferecida pelo Campus Virtual Fiocruz tem como cuidados integrais, vacinação, contatos sociais, entre outros

Eventos

O Programa Vem Dançar, iniciativa da Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME), terá neste ano um...

Notícias

Medida adotada pela prefeitura da capital, que entrou em vigor em fevereiro, vem gerando questionamentos por ter retirado um direito adquirido de idosos com...