conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Iniciativas & Projetos

Assembleia Geral da ONU declara Década do Envelhecimento Saudável

OMS ONU Década do Envelhecimento Saudável

A Assembleia Geral das Nações Unidas declarou na segunda-feira, dia 14 de dezembro, o período de 2021 a 2030 como Década do Envelhecimento Saudável. Para Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), “o anúncio da Década do Envelhecimento Saudável da ONU manda um sinal claro de que é apenas trabalhando unidos, dentro do sistema das Nações Unidas e com governos, sociedade civil e setor privado, que poderemos não apenas adicionar anos à vida, mas também (melhor qualidade de) vida a estes anos”.

As iniciativas empreendidas como parte da Década, destaque no Simpósio Virtual Latino-Americano de Envelhecimento Ativo e Saudável realizado em outubro, buscarão: mudar a forma como pensamos, sentimos e agimos em relação à idade e ao envelhecimento, e ainda facilitar a capacidade dos idosos de participar e contribuir com suas comunidades e sociedade.

Outros pilares da Década do Envelhecimento Saudável são prestar atenção integrada e serviços de saúde primários que atendam às necessidades do indivíduo; e prover acesso a cuidados de longa duração para pessoas idosas que deles necessitem. Tudo alinhado à agenda 2030 das Nações Unidas e aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). 

Resolução

A Resolução da ONU, que se segue ao recente endosso da Década pela Assembleia Mundial da Saúde, expressa a preocupação de que, apesar da previsibilidade do envelhecimento da população e do seu ritmo acelerado, o mundo não está suficientemente preparado para responder aos direitos e necessidades das pessoas idosas.

O documento internacional reconhece que o envelhecimento da população afeta os sistemas de saúde, mas também muitos outros aspectos da sociedade, incluindo os mercados de trabalho e financeiros e a demanda por bens e serviços, como educação, habitação, cuidados de longa duração, proteção social e informação. Portanto, requer uma abordagem de toda a sociedade.

A Resolução também convoca à OMS para liderar a implementação da Década, em colaboração com as outras organizações da ONU. Governos, organizações internacionais e regionais, sociedade civil, setor privado, academia e mídia são encorajados a apoiar ativamente os objetivos da Década.

Parceiros da OMS e da ONU estão buscando contribuições de todas as partes interessadas para ajudar a construir uma plataforma colaborativa onde todo o conhecimento sobre o envelhecimento possa ser acessado, compartilhado e produzido em um só lugar – por qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo.

(Fonte: OPAS – Organização Pan-Americana da Saúde / Imagem de frabre por Pixabay )

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Iniciativas & Projetos

Evento será em formato híbrido, presencial e online, com diversas palestras e expositores, com início no dia 29 de setembro

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises