conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Eventos

Simpósio USP será na quinta

Photo: Shutterstock

A expectativa é grande para a terceira edição do Simpósio USP Rumo ao Envelhecimento Ativo, que acontece na próxima quinta-feira, dia 16, das 8 às 17 horas, no auditório da Biblioteca Brasiliana Guita e José Midlin, na própria USP, na capital. A procura foi grande e as inscrições já se encerraram.

O coordenador da USP Aberta à Terceira Idade e organizador do evento, prof. Egídio Lima Dórea, explicou detalhes do evento para o blog. Participei da primeira edição que contou com a saudosa professora Ecléa Bosi, e já garanti minha participação este ano. “Eu sempre organizo o simpósio pensando nos pilares do envelhecimento ativo que é a questão da saúde, participação, segurança e aprendizado continuado. Este ano organizei em quatro módulos”, detalhou.

O primeiro módulo, segundo Dórea, abordará a questão do cuidado, primeiro com foco na tecnologia e depois no cuidador. Outro ponto será desmistificar o cuidado nas Instituições de Longa Permanência Para Idosos (ILPI). “Há um ranço muito grande. A gente pensa em ILPI, pensa em asilo, em maus-tratos, em abandono, e é cada vez mais uma alternativa possível. Cada vez mais as pessoas têm menos filhos, os filhos estão migrando, cuidando de suas próprias famílias, então é uma possibilidade cada vez mais presente”, argumenta. A informática será discutida no segundo modulo, com foco na recapacitação profissional, declínio cognitivo e isolamento social.

O preconceito contra a pessoa idosa, chamado por alguns de ageísmo, outros idadismo, será o tema do terceiro módulo. “A gente vai falar em ageísmo no trabalho. Com 50 anos, 40 e poucos anos, as empresas não te chamam, não te contratam, às vezes não se consegue nem progredir, nem se recolocar dentro de uma mesma empresa”, destaca Dórea. Outro ponto será o ageísmo nas instituições de saúde. “A gente sabe que isso é presente, e isso impacta negativamente naquela pessoa vitima desse preconceito”.

O evento vai debater também a saúde mental, abordando o envelhecimento e a espiritualidade, e o envelhecimento e meditação. O encerramento será com envelhecimento e propósito. “Você tem que ter um propósito, um projeto de vida, você tem que acordar todo dia querendo acordar. Eu quero acordar por causa disso. Vamos focar em duas pessoas que para mim são exemplos de propósito, continuam ativas até hoje próximas aos 90 anos: o ministro José Gregori (Justiça) e o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso”, concluiu. Mais informações pelo e-mail envelhecimentoativo@hu.usp.br. (Katia Brito)

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Iniciativas & Projetos

Evento será em formato híbrido, presencial e online, com diversas palestras e expositores, com início no dia 29 de setembro

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises