conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Eventos

Velhices e políticas públicas em debate na Unip no dia 8

Longevidade, velhices e envelhecimento em debate

“Cotidianos das velhices: conflitos e conquistas” serão debatidos no dia 8 de junho (sábado), das 9 às 17 horas, no campus Vergueiro da Universidade Paulista (Unip), na capital. O evento promovido pelo Conselho Regional de Psicologia de São Paulo (CRP-SP) tem como objetivo criar um espaço de reflexão e incentivar a responsabilidade e o compromisso dos profissionais da área, defendendo a necessidade de mudanças culturais quanto à velhice, envelhecimento e longevidade. As inscrições são gratuitas.

A abertura será feita por Beatriz Borges Brambilla, conselheira do CRP-SP, e contará com a apresentação da Corporação Musical São José. Em seguida, haverá o debate “Envelhecer: privilégio ou castigo?” com a participação de Maria Helena Vilas Boas Concône, professora do Departamento de Antropologia da PUC-SP e dos programas de pós-graduação em Ciências Sociais e Gerontologia, da mesma universidade; Natália Carolina Verdi, advogada especialista em Direito Médico e mestre em Gerontologia pela PUC-SP, e José Carlos Ferrigno, mestre e doutor em Psicologia Social pela USP e especialista em Programas Intergeracionais pela Universidade de Granada. Na pós-graduação em Gerontologia pela Faculdade Paulista de Serviço Social, tivemos uma aula com o professor Ferrigno agora em maio e foi maravilhoso. É um excelente professor e referência nas relações entre as diferentes gerações, a intergeracionalidade.

Professor Ferrigno em aula na pós-graduação em Gerontologia no dia 18 de maio

A mediação será de Ruth Gelehrter da Costa Lopes, psicóloga e coordenadora do Núcleo de Estudo e Pesquisa do Envelhecimento da PUC-SP. Depois do intervalo do almoço, a programação retornará com os grupos do Núcleo de Convivência de Idosos Viver Melhor e Harmonia da Unidade Básica de Saúde (UBS) da Casa Pintada, ambos da Zona Leste da capital.

O debate no período da tarde terá como tema “Políticas Públicas para a velhice”, reunindo a professora Rosa Chubaci Yuka Sato, coordenadora do curso de bacharelado em Gerontologia da USP; Diego Felix Miguel, professor de graduação e pós-graduação em disciplinas nas áreas de Gerontologia, Saúde Pública e Arte educação, e Valdemar Donizeti de Souza, psicólogo com doutorado em Psicologia e Políticas Públicas. Rita de Cássia Oliveira Assunção, integrante da Comissão de Políticas Públicas do CRP-SP. Também já tive a oportunidade de conferir a participação da professora Rosinha em outras eventos e ela provoca a reflexão realmente, como no caso das Instituições de Longa Permanência para Idosos que hoje vejo com outros olhos, como uma alternativa de cuidado adequado e profissional na velhice. Uma das últimas atividades do evento será uma oficina de arte-terapia com argila, ministrada pelo Coletivo Saci. As vagas são limitadas. (Fonte: Conselho Regional de Psicologia de São Paulo – CRP-SP/Imagem de Анита Морган por Pixabay)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Iniciativas & Projetos

Evento será em formato híbrido, presencial e online, com diversas palestras e expositores, com início no dia 29 de setembro

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises