conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Saúde & Bem-estar

Vacinação contra Influenza começa na segunda, dia 23

Idosos terão prioridade na campanha de vacinação contra influenza

Com o avanço dos casos do novo coronavírus (Covid-19), o Ministério da Saúde antecipou a Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza e inverteu o público-alvo. A primeira fase da campanha começa no dia 23 de março, dando prioridade para idosos e profissionais da saúde.

A medida do Ministério da Saúde visa proteger especialmente os idosos, já que a vacina é uma proteção aos quadros de doenças respiratórias mais comuns, que dependendo da gravidade pode levar a óbito. Outra preocupação é evitar que as pessoas acima de 60 anos façam deslocamentos no período esperado de provável circulação do vírus no país.

Mesmo a vacina de Influenza não sendo eficaz contra o coronavírus, é uma forma de auxiliar os profissionais de saúde a descartarem as influenzas na triagem e acelerarem o diagnóstico para a Covid-19. Estudos e dados do Ministério da Saúde apontam que casos mais graves de infecção por coronavírus têm sido registrados em pessoas acima de 60 anos.

Do ponto de vista epidemiológico, as crianças são consideradas multiplicadoras de vírus respiratórios e, por isso, o Programa Nacional de Imunizações (PNI) distanciou um público do outro. Serão duas semanas de intervalo entre uma fase e outra. Na segunda fase da campanha, que começa dia 16 de abril, entram os professores, profissionais das forças de segurança e salvamento, além dos doentes crônicos.

A partir de 9 de maio, Dia D de vacinação, serão vacinadas as crianças de seis meses a menores de seis anos (5 anos, 11 meses e 29 dias), pessoas com mais de 55 anos, gestantes, mães no pós-parto (até 45 dias após o parto), população indígena e portadores de condições especiais. A campanha seguirá até o dia 23 de maio.

Evite aglomerações

Procure o posto de saúde próximo de sua residência, mas deixa para outro dia em caso de fila e aglomerações. Em São Paulo, o governo estadual anunciou na quarta=feira, dia 28, o projeto de implementar a vacinação gratuita contra a influenza em mil unidades da rede privada de farmácias e drogarias da capital, podendo ser estendida aos demais municípios do Estado.

A Secretaria de Estado da Saúde está elaborando o plano de logística para a distribuição em farmácias da rede privada e aguarda autorização da Anvisa. A partir desta autorização, a medida inédita poderá garantir a vacinação prioritária dos idosos e foi acordada com a Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias (Abrafarma).

Sem fake news

Não compartilhe fake news! Confira as informações atualizadas sobre a pandemia no site do Ministério – https://coronavirus.saude.gov.br/ e do governo do Estado de São Paulo – http://saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/. No blog Nova Maturidade iniciativas de empresas e pessoas como a pesquisadora Marília Duque que propõe auxiliar e manter contato com pessoas idosas por meio do WhatsApp. Acesse o link. (Fonte: Ministério da Saúde e goveno do Estado de São Paulo/ Foto: Guilherme Berti/PMMC/Divulgação)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Iniciativas & Projetos

Evento será em formato híbrido, presencial e online, com diversas palestras e expositores, com início no dia 29 de setembro

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises