conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Notícias

Uma em cada seis pessoas será idosa em 2050

Envelhecimento será desafio para toda a população

Até 2050, uma em cada seis pessoas terá mais de 65 anos, ou seja, 16% de toda a população mundial. Atualmente, a estimativa é de uma taxa de uma em cada 11, o que corresponde a 9%. A projeção faz parte do relatório divulgado na segunda-feira, dia 17 de junho, pela Organização das Nações Unidas (ONU).

O relatório “Perspectivas Mundiais de População 2019: Destaques”, publicado pela Divisão de População do Departamento da ONU de Assuntos Econômicos e Sociais, confirma que a população mundial está se tornando mais velha devido as baixas taxas de fertilidade e a uma expectativa de vida maior, hoje com a média mundial de 72,6 anos e que deve aumentar para 77,1 anos em 2050.

As regiões em que a parcela da população com 65 anos ou mais deve dobrar entre 2019 e 2050, de acordo com o documento, incluem o Norte da África e o Oeste da Ásia, o Centro e o Sul da Ásia, o Leste e o Sudeste da Ásia e a América Latina e Caribe.

Na Europa e na América do Norte, até 2050, uma em cada quatro pessoas poderá ter 65 anos ou mais. Em 2018, pela primeira vez na história, as pessoas com 65 anos ou mais superaram numericamente, em nível global, as crianças com menos de cinco anos. Estima-se que o número de pessoas com 80 anos ou mais triplique, passando de 143 milhões em 2019 para 426 milhões em 2050.

Desafios

A taxa potencial de suporte, que compara os números de pessoas em idades ativas com os de pessoas acima dos 65 anos de idade, está em queda. No Japão, essa taxa é de 1,8, a menor do mundo. Outros 29 países — a maioria na Europa e no Caribe — já têm taxas potenciais de suporte abaixo de 3. Até 2050, estima-se que 48 países — a maioria na Europa, América do Norte e Leste e Sudeste da Ásia — terão taxas abaixo de 2.

Os valores, segundo o relatório, demonstram o potencial de impacto do envelhecimento da população sobre os mercados de trabalho e a performance econômica, bem como as pressões fiscais que muitos países vão enfrentar nas próximas décadas para construir e manter sistemas públicos de cuidados de saúde, pensões e proteção social para pessoas mais velhas.

O relatório da ONU oferece um panorama global de padrões e perspectivas demográficos. O estudo indica ainda que a população mundial deve crescer em dois bilhões de pessoas nos próximos 30 anos, saltando dos atuais 7,7 bilhões para 9,7 bilhões em 2050. Em 2100, serão quase 11 bilhões de pessoas. (Fonte: ONU/ Imagem de Anemone123 por Pixabay )

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Iniciativas & Projetos

Evento será em formato híbrido, presencial e online, com diversas palestras e expositores, com início no dia 29 de setembro

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises