conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Cultura

“Tarsila popular” no Masp

“Sou profundamente brasileira e vou estudar o gosto e a arte dos nossos caipiras. Espero, no interior, aprender com os que ainda não foram corrompidos pelas academias”, disse a pintora modernista Tarsila do Amaral ao voltar ao Brasil, após estudar em Paris (França), como destaca a exposição “Tarsila Popular”, em cartaz no Museu de Arte de São Paulo (Masp) até o dia 28 de julho.

Ontem tive a oportunidade de visitar a exposição com queridos amigos e a ida ao Masp vale muito a pena. Importantes obras da pintora estão reunidas, como seu trabalho mais conhecido, o Abaporu (1928). Ao todo são 92 obras com seu traçado único, trazendo as perspectivas da pintora sobre a época que viveu. Longeva, ela nasceu em 1886 e faleceu aos 87 anos em São Paulo.

Em suas obras o resgate de outros tempos e a constatação que o passar dos anos não trouxe mudanças tão radicais como se poderia imaginar para o Brasil e seu povo. Um exemplo o quadro “Segunda Classe”, confirmando a desigualdade persistente no país desde outros tempos.

Eliane Giardini interpretou a pintora em 2004 (Foto: Márcio Souza/TV Globo/Divulgação)

A visita também me lembrou do brilhante trabalho da atriz Eliane Giardini, que deu vida a pintora na minissérie “Um Só Coração”, exibida pela Globo em 2004. Tarsila foi casada com o escritor Oswald de Andrade e amiga de Mario de Andrade, mas não era foi isto que a fez uma das mais importantes pintoras do país. Foi seu trabalho, sua percepção de pessoas, lugares e do momento histórico, bebendo na mesma fonte dos amigos, no conceito de antropofagia, deglutindo a arte importada para transformá-la em verdadeiramente brasileira “Sinto-me cada vez mais brasileira: quero ser a pintora da minha terra”, também destaca um dos textos da exposição.

A curadoria de “Tarsila popular” é de Fernando Oliva, curador do Masp, e Adriano Pedrosa, diretor artístico do museu. Os ingressos custam R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada para estudantes, pessoas acima de 60 anos, professores, pessoas com deficiência). O Masp fica na Avenida Paulista, 1.578, Bela Vista, São Paulo – próximo da estação de metrô Trianon-Masp.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Notícias

Atividade online oferecida pelo Campus Virtual Fiocruz tem como cuidados integrais, vacinação, contatos sociais, entre outros

Eventos

O Programa Vem Dançar, iniciativa da Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME), terá neste ano um...

Notícias

Medida adotada pela prefeitura da capital, que entrou em vigor em fevereiro, vem gerando questionamentos por ter retirado um direito adquirido de idosos com...