conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Notícias

São Paulo inicia vacinação contra covid-19

vacinação sp covid-19

A vacinação contra a covid-19 começou no Estado de São Paulo e o governo estadual lançou no domingo, dia 17 de janeiro, o site www.vacinaja.sp.gov.br. O objetivo é agilizar a campanha de imunização no Estado. Nele, todas as pessoas aptas a receber a vacina do Butantan podem fazer um pré-cadastro.

Nesta primeira etapa, o grupo prioritário é formado por profissionais de saúde e indígenas. O pré-cadastro não é um agendamento e não é obrigatório. A iniciativa pretende garantir um atendimento mais rápido nos locais de vacinação e evitar a formação de aglomerações. O fornecimento das informações é opcional.

A vacinação no Estado teve início no domingo, logo após a aprovação pela Diretoria Colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) do uso emergencial da vacina CoronaVac, desenvolvida pela farmacêutica Sinovac em parceria com o Instituto Butantan. Também foi aprovado o uso emergencial da vacina Covishield, produzida pela farmacêutica Serum Institute of India, em parceria com a AstraZeneca/Universidade de Oxford/Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Monica - vacinação covid-19
O governador João Doria acompanhou o início da vacinação

A primeira brasileira vacinada contra o coronavírus foi Mônica Calazans, 54, enfermeira da UTI do Instituto de Infectologia Emílio Ribas. No primeiro dia de campanha, foram vacinados profissionais de saúde de hospitais de referência no combate à pandemia e integrantes de populações indígenas.

Estado

Na segunda-feira, dia 18, o governo do Estado iniciou a distribuição das vacinas e insumos para imunização nos cinco hospitais-escola do interior: os Hospitais das Clínicas de Campinas, Botucatu, Ribeirão Preto, Marília e o Hospital de Base de São José do Rio Preto. As unidades foram selecionadas para a fase inicial porque são hospitais-escola regionais, com maior fluxo de pacientes em suas áreas de atuação. No total, cerca de 60 mil profissionais serão imunizados.

Na sequência, o governo estadual deve enviar grades de vacinas e insumos a polos regionais para redistribuição às prefeituras. A recomendação é de prioridade a profissionais de saúde que atuam no combate à pandemia. Os municípios também deverão imunizar a população indígena com apoio de equipes da atenção primária do Sistema Único de Saúde (SUS).

A campanha de imunização em São Paulo, de acordo com o governo estadual, será desenvolvida segundo a disponibilidade das remessas do órgão federal. À medida que o Ministério da Saúde viabilizar mais doses, as novas etapas do cronograma e públicos-alvo da campanha de vacinação contra a covid-19 serão divulgadas.

Plano de Imunização

O Plano Estadual de Imunização anunciado anteriormente previa o início da campanha para o dia 25 de janeiro, com prioridade para profissionais de saúde, pessoas com 60 anos ou mais e grupos indígenas e quilombolas na primeira etapa.

A população com 60 anos ou mais apresenta o maior índice de letalidade por covid-19, representando 77% das mortes provocadas pelo coronavírus. Os primeiros vacinados seriam pessoas com 75 anos ou mais, depois 70 a 74 anos, seguido por 65 a 69 anos, e por último de 60 a 64 anos.

O cronograma inicial com cinco etapas de vacinação previa que até o fim de março, quase 20% dos 46 milhões de habitantes do Estado estariam imunizados com duas doses da coronavac, aplicadas com intervalo de 21 dias.

(Fontes: Governo do Estado de São Paulo e Governo Federal / Imagens: Governo do Estado de São Paulo/Divulgação)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Iniciativas & Projetos

Evento será em formato híbrido, presencial e online, com diversas palestras e expositores, com início no dia 29 de setembro

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises