conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Iniciativas & Projetos

Projeto incentiva troca e aprendizado entre gerações

Abrir espaço para a troca de vivências e aprendizados entre pessoas idosas, crianças e a adolescentes é a proposta do “Encontro de Gerações”. Na noite de sexta-feira, dia 10 de janeiro, uma exposição fotográfica deu início ao projeto do grupo de palhaços voluntários Além do Riso (saiba mais no site). No hall de entrada do Sesi Brás Cubas, em Mogi das Cruzes, aproximadamente 30 imagens retratam o encontro entre idosos do Instituto Pró+Vida São Sebastião e crianças, algumas com síndrome de Down ou deficiência. A exposição deve permanecer no Sesi até o dia 24 de janeiro.

Entre as crianças, integrantes do grupo Somos Notáveis que reúne pais, familiares e pessoas com deficiência de Mogi das Cruzes e cidades da região. Eles participaram do evento +Inclusão, realizado em agosto de 2019 com apoio do blog (leia a matéria no link).

Gustavo dos Anjos Caldeireiro Encontro de Gerações Instituto Pro+Vida
Gustavo com integrantes do Somos Notáveis e Além do Riso

Um dos destaques das fotos produzidas por Helena Batalha, Rafaelly Oliveira e Fernanda Geggus é Gustavo dos Anjos Caldeireiro, de 80 anos. “Foi uma coisa maravilhosa. Um ambiente alegre com gente muito fina e educada. Valeu a pena. Gostaria que tivesse uma vez por mês esses eventos”, disse Gustavo ao blog. Nascido em Embu das Artes, percorreu vários lugares até chegar à Mogi das Cruzes para trabalhar em um cinema. Com o fechamento do cinema, Gustavo continuou na cidade perto da família e há dez anos está no Instituto Pró+Vida.

A experiência do “Encontro de Gerações” marcou Gustavo: “Esse trabalho que com os idosos e as crianças é um trabalho muito bonito, porque a criança fica sabendo um pouco, conhecendo melhor o idoso, ouvindo histórias. Cada idoso tem a sua história para contar e criança gosta de ouvir estas histórias”.

A técnica sociocultural e facilitadora de artesanato do Instituto Pró+Vida, Cacilda Carrilho, participou da abertura da exposição e destaca a importância do “Encontro de Gerações”. “Alguns não aceitam, ficam acanhados, mas alguns deles gostam, são bem participativos. Esse encontro é muito legal porque eles já viveram isso e as crianças vão chegar na idade deles. Muda um pouquinho o olhar dos adolescentes, eles querem liberdade, autonomia e às vezes não dão a devida importância para o pai, a mãe, a avó ou avô dentro de casa. Por outro lado o idoso para não atrapalhar deixa o adolescente meio que de lado”, ressalta.

Segundo Cacilda, sempre há visitas de escolas no instituto, com destaque para o projeto realizado no ano passado que estimulava a troca de cartas entre adolescentes e idosos. “Conversando com os adolescentes eu sempre falo que os nossos idosos já passaram pela idade deles então tem muito mais a ensinar. E tem aqueles adolescentes que param para ouvir a história de vida do idoso, perguntam como foi a vida deles, onde  viveu, o que fazia, no que trabalhava, isso é muito gostoso”, salienta. 

O instituto atende hoje um total de 48 idosos em duas unidades em Mogi das Cruzes, alguns deles já há 20 anos na instituição. O subsídio municipal cobre apenas parte das despesas, por isso são frequentes as campanhas para doações de alimentos e produtos de higiene, inclusive feitas pelos próprios adolescentes que visitam a instituição. Acesse o site e conheça o trabalho realizado. Clique aqui.

Crianças Encontro de Gerações Sesi Bras Cubas
Ana Cláudia (ao centro) com crianças fotografadas

Exposição

Para a idealizadora do “Encontro de Gerações”, Ana Claudia a abertura da exposição superou as expectativas: “Foi melhor que eu esperava. A ideia do projeto tem quase dois anos, mas tudo foi feito aos  pouquinhos e graças a Deus se realizou. Foi um trabalho simples, mas feito com dedicação. Eu tenho que agradecer as pessoas que confiaram, que acreditaram no projeto”. A exposição deve se tornar itinerante, já há convites para que aconteça nas cidades de Ferraz de Vasconcelos e Guararema.

Ana Claudia destaca que a exposição marca o início do projeto: “A segunda edição já está na cabeça e a gente vai escolher um tema bacana que esteja na atualidade, desta vez foi com crianças especiais. Queremos dar continuidade, não ficar só na exposição. A ideia é levar as crianças para o asilo, para a casa de repouso, para passar um dia na casa com a gente. Que os idosos possam ensinar e contar seus causos e que as crianças possam ensinar também um pouco do que elas aprendem hoje”.  A entrada para a exposição é gratuita. O Sesi Brás Cubas fica na rua Valmet, 171, Braz Cubas,  Mogi das Cruzes. Informações pelo telefone (11) 4723-6900. (Katia Brito)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Iniciativas & Projetos

Evento será em formato híbrido, presencial e online, com diversas palestras e expositores, com início no dia 29 de setembro

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises