conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Editorial

Para este ano e em 2022, mais aprendizado

Práticas Educativas - EACH USP

A moça não podia imaginar a coragem necessária para envelhecer sem se assustar demais… O que sabiam, por mais diplomas que tivessem, de tudo o que se perde? Capacidades, energia, independência, lugares, gente” (Trecho do livro O Amante Japonês, de Isabel Allende)

Katia Brito*

O meu balanço de 2021 é positivo, pensando em aprendizado, quanto aprendi e compartilhei com pessoas que eu nem conhecia, indo além do que já me trouxe o blog Nova Maturidade. Oportunidade dada por professores incríveis para que eu fosse uma das alunas especiais do Mestrado em Gerontologia da EACH-USP.

Mais perto dos 45 anos agora, tenho muito a caminhar, a envelhecer, e venho acumulando aprendizados para ir além das perdas como cita a escritora Isabel Allende no trecho de abertura dessa coluna. Velhice é desafio, mas também oportunidade para se reinventar. Ir além dos estereótipos associados ao envelhecimento tão destacados, principalmente, pela mídia. 

Nesta caminhada pelo Mestrado, cursei duas disciplinas na EACH-USP. Primeiro encarando os desafios da estatística na disciplina de Análise de Dados, com o professor Flávio Rebustini, e depois, as muitas possibilidades das Práticas Educativas no Contexto do Envelhecimento, com Meire Cachioni. Como é fundamental o aprendizado ao longo da vida e a educação para o envelhecimento para combater o preconceito etário, o idadismo, e trabalharmos por uma velhice digna para todos.

O artigo 22 do Estatuto do Idoso determina a inserção nos currículos mínimos dos diversos níveis de ensino formal de conteúdos voltados ao processo de envelhecimento, ao respeito e à valorização do idoso, de forma a eliminar o preconceito, o idadismo, e a produzir conhecimentos sobre a matéria.

A educação deveria ser uma prioridade para todos os governantes e legisladores. Educação formal e informal com ênfase em uma população que envelhece, muitos sem ao menos saber ler ou escrever. E 2022 que vem chegando é um ano de eleições, mas a pauta do envelhecimento não é discutida em profundidade. Os planos de governo pouco atendem aos desafios do envelhecer. Vamos cobrar pelos velhos de hoje e de amanhã, por todos nós que envelhecemos desde o momento em que chegamos a este mundo.

Representatividade

Destaque especial em 2021 para o aprendizado na forma de um respiro proporcionado pela disciplina do Mestrado em Gerontologia da Unicamp – Representações da Velhice e do Envelhecimento na Literatura e no Cinema, com a profa. Dra. Lucia Mourão e Victor Menezes. Um clube de leitura e cinema, discutindo os muitos aspectos do envelhecer na ótica da gerontologia em livros como “O Amante Japonês”, de Isabel Allende; “Ninguém escreve ao coronel”, de Gabriel Garcia Marques, e “Enquanto a noite não chega”, de Josué Guimarães. Recomendo muito a leitura!

E no cinema, quanta coisa foi possível aprender com a animação “UP”, em que o personagem principal é dublado pelo saudoso Chico Anysio, estreando na velhice em um trabalho totalmente novo. Quem não lembra do idoso que enche sua casa de balões em busca de um lugar paradisíaco que sonhava conhecer com sua esposa? E o “Senhor Estagiário”, muito além de um filme de entretenimento, traz questões importantes sobre o mercado de trabalho 60+, intergeracionalidade, e o preconceito etário. Se ainda não viu, não deixe de assistir!

Para fechar o ano também participei do curso Inovação e Criatividade na área da Longevida, promovido pelo Sesc com a querida Tássia Chiarelli. Debates muito ricos por onde passei ao longo desse ano, compartilhado também em cada edição do Magazine 60+. E além do blog Nova Maturidade, faço parte também da equipe da Longevida, consultoria especializada na área do envelhecimento.

Inovação e Criatividade na Longevidade - Aprendizado

Este foi um ano de desafios e de muito, muito aprendizado! Que assim também seja 2022, quem sabe como aluna regular do Mestrado. Recebam meus votos de um novo ano com novas esperanças, novas oportunidades e muitas vitórias para todos nós! #quevenha2022 

*Katia Brito

Katia Brito - jornalista

É jornalista, com especialização em Gestão de Conteúdo e Gerontologia. Criadora do blog Nova Maturidade e integrante da equipe da Longevida, consultoria na área do envelhecimento. (Texto adaptado da publicação original no número de dezembro/2021 da revista digital Magazine 60+)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Notícias

Atividade online oferecida pelo Campus Virtual Fiocruz tem como cuidados integrais, vacinação, contatos sociais, entre outros

Iniciativas & Projetos

Evento online da EternamenteSOU e Sesc Pompeia terá como tema "Nossos tempos e as questões de gênero, saúde e sexualidade"

Eventos

O Programa Vem Dançar, iniciativa da Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME), terá neste ano um...