conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Iniciativas & Projetos

Manoel Carlos Conti e equipe lançam o Magazine 60+

Uma revista feita, principalmente, por e para o público 60+, esta é a proposta do Magazine 60+, idealizado por Manoel Carlos Conti, de 63 anos. A primeira edição foi lançada em julho e tem temas diversos como aposentadoria, bem-estar, artesanato, teatro, turismo, música e vegetarianismo, além de uma coluna assinada pelo jornalista Heródoto Barbeiro. A publicação será mensal e deve estar disponível todo dia 1º de cada mês. O primeiro número pode ser acessado na plataforma ISSU pelo link.

A inspiração para o projeto veio da participação na terceira turma do projeto Profissão Repórter 60+, que já foi tema de matéria no blog. “Conheci pessoas supercapazes, inteligentes e veio a ideia de fazer uma revista para a terceira idade. Eu já registrei o Magazine 60+”, conta. O primeiro número saiu com a diagramação no formato de um jornal, mas, segundo Manoel, o próximo já vem com cara de revista, com uma foto apenas na capa destacando a Islândia.

Uma prévia da capa da segunda edição (Reprodução)

O projeto foi formatado no tamanho A4 (sulfite) para facilitar a impressão para quem não gosta ou tem dificuldade de ler o conteúdo na internet. Apesar disso, em seus primeiros 11 dias no ar, o jornal já tinha 2.600 acessos com um tempo médio de leitura de seis minutos e mais de 300 impressões pelo ISSU.  

Entre os colaboradores e colunistas, integrantes do Repórter 60+, e participantes de grupos que Manoel e sua esposa, a médica psiquiatra Rosita Pontes de Araújo, fazem parte. Quem tiver interesse em participar, contribuindo com temas de interesse para o público 60+, pode entrar em contato pelo e-mail contihq@hotmail.com, pelo qual também é possível solicitar o jornal completo no formado pdf.

A busca agora é por patrocinadores e anunciantes, como planos de saúde, bancos, supermercados, entre outros: “Eu queria ajudar as pessoas que escrevem e a gente tem despesas com o Issu, registro, site. Procurei empresas que ajudam a terceira idade e tem alguns bem interessados”.  

Trajetória inspiradora

Manoel já tem uma história pessoal com o jornalismo, foi proprietário de um jornal semanal em Campos do Jordão e hoje trabalha com diagramação de outros veículos. Formado em Artes Plásticas pela Escola Panamericana de Artes, onde a avó conseguiu uma bolsa integral diretamente com o fundador Manoel Vitor Filho, e por ele foi convidado para ser professor. Depois trabalhou com Mauricio de Sousa e como ilustrador de histórias em quadrinhos, adaptando capas de personagens como Batman e Wolverine.

A aposentadoria por invalidez ocorreu recentemente, após descobrir há três anos que tinha câncer de mama, doença comum em mulheres. “Só de olhar o médico falou que tinha alguma coisa e que teria que fazer punção e biópsia”, conta. A consulta com o mastologista foi em julho daquele ano e a cirurgia foi feita em outubro após um série de exames. Durante cerca de um mês conviveu com dois drenos para evitar o acúmulo de líquidos. Veio então a quimioterapia padrão diante da raridade do câncer de mama em homens. Ainda hoje, a quimio é feita por meio de comprimidos.

Quando um dos drenos foi danificado, Manoel percebeu como sabia pouco sobre a doença e começou a escrever o livro “Cicatrizes de uma vida” em que relata sua história com a doença. “Contei a história e todos os exames. Sou superorganizado. Estudando artes, aprendi a organizar o meu material e foi a mesma coisa com os exames. O livro acabou se chamando ‘Cicatrizes de uma vida’, porque a quimioterapia afina a pele e começou a aparecer cicatrizes de quando eu era goleiro, corte com faca feito na fazenda cortando cana. Entre um capitulo e outro, tem a história da cicatriz”, explica.

O livro teve uma tiragem de aproximadamente cinco mil exemplares. impressos com a ajuda de colaboradores e amigos, e foi encaminhado para hospitais especializados em câncer. Também está disponível na plataforma ISSU. Acesse o link.

Bem-humorado, encarando a vida com leveza apesar dos problemas de cada dia, Manoel revela que na Páscoa deste ano enfartou quando estava com a esposa em Campos do Jordão. O susto foi grande e ele precisou ser removido para São José dos Campos.

Atualmente, além do Magazine 60+, ele diagrama jornais, faz ilustrações para livros e revistas e uma vez por semana dá aulas de desenho em um clube perto de onde mora para adolescentes e adultos. Buscando conhecer mais pessoas e aprender coisas novas, está inscrito para a turma do próximo Criativa Idade, da Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM), que começa em agosto e é voltado para maiores de 60.  (Katia Brito)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Iniciativas & Projetos

Evento será em formato híbrido, presencial e online, com diversas palestras e expositores, com início no dia 29 de setembro

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises