conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Iniciativas & Projetos

Maior Cuidado atende idosos e familiares em BH

Programa da prefeitura da capital mineira, criado em 2012, conta com cuidadores capacitados para o atendimento domiciliar

A iniciativa contempla territórios em vulnerabilidade social do município

O cuidado com a pessoa idosa é política pública em Belo Horizonte (MG). Desde 2012, a prefeitura da capital mineira mantém o programa Maior Cuidado, com cuidadores responsáveis pelo atendimento domiciliar a pessoas idosas dependentes e semidependentes. As visitas foram mantidas mesmo com a pandemia de covid-19, com o atendimento remoto, e presencial apenas para casos que demandam cuidados mais urgentes.

O Maior Cuidado, promovido pela Secretaria Municipal de Assistência Social, Segurança Alimentar e Cidadania, que vem ampliando o número de atendidos. De acordo com a pasta, em 2016, eram 550 idosos atendidos, e em 2019, 788 idosos. A iniciativa contempla territórios em vulnerabilidade social do município, onde estão instalados os Centros de Referência de Assistência Social (CRAS).

Promoção do envelhecimento digno, qualificação do cuidado domiciliar e o fortalecimento do caráter protetivo da família são conquistas apontadas pela Prefeitura de Belo Horizonte. O Maior Cuidado busca a prevenção de agravos de vulnerabilidades sociais associadas ao fenômeno do envelhecimento por meio de suporte às dinâmicas familiares no ambiente domiciliar.

A iniciativa apoia famílias no cuidado às pessoas idosas, identificadas a partir do acompanhamento realizado pelas equipes de referências do Serviço de Proteção e Atendimento Integral às Famílias (PAIF), nos Centros de Referência da Assistência Social (CRAS), e pelas Equipes de Saúde da Família e do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF), nos Centros de Saúde.

“A integração entre as Políticas de Assistência Social e Saúde na Prefeitura de Belo Horizonte tem se tornado uma importante estratégia de prevenção de agravos que possam desencadear o rompimento de vínculos familiares e sociais, aumentando a qualidade de vida das pessoas idosas para as atividades de vida diária, trazendo benefícios para as pessoas idosas e suas famílias”, destaca a Secretaria Municipal de Assistência Social.  

Inclusão no programa

Para participar do programa, é preciso ter 60 anos ou mais, residir nas áreas de abrangência dos 34 CRAS do município e ser avaliado como dependentes ou semidependentes pela equipe de saúde dos Centros de Saúde. Além disso, as famílias devem ser atendidas ou acompanhadas pelo PAIF.

A avaliação técnica para inserção no programa Maior Cuidado considera, além da condição física e biológica, fatores de vulnerabilidades sociais em decorrência da fragilização dos vínculos familiares ou sociais. Outra questão é a prevenção de situações de risco de exclusão ou isolamento, diante da ausência de acesso a possibilidades de inserção comunitária.

Cuidadores

Profissionais formados no curso de cuidadores de idosos, que participam de processo periódico de capacitação, fazem o atendimento domiciliar. Eles atendem aos idosos em dias e horários definidos por equipe multidisciplinar, de acordo com o grau de dependência de cada pessoa. A prevenção da exclusão e do isolamento norteia o trabalho.

A periodicidade de atendimentos é determinada pela necessidade de cuidados de cada idoso, podendo somar, no máximo, 20 horas semanais. Um ponto central do programa é a realização de atividades que favoreçam a sociabilidade do idoso com outros membros da família e da comunidade. O apoio à família, de acordo com a secretaria, se dá pelo desenvolvimento de atividades previstas nas rotinas de cuidado, conforme orientação das equipes de Saúde e da Assistência Social.

Os familiares recebem auxílio e estímulo nas atividades básicas da vida cotidiana do idoso como higiene, locomoção, alimentação, atenção com a medicação, e o desenvolvimento de atividades que estimulem o resgate da história de vida e outras com as quais o idoso identifica, como cuidar de plantas, ouvir histórias, ler um livro.

(Imagem principal: Prefeitura de Belo Horizonte/Divulgação)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Notícias

Atividade online oferecida pelo Campus Virtual Fiocruz tem como cuidados integrais, vacinação, contatos sociais, entre outros

Eventos

O Programa Vem Dançar, iniciativa da Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME), terá neste ano um...

Notícias

Medida adotada pela prefeitura da capital, que entrou em vigor em fevereiro, vem gerando questionamentos por ter retirado um direito adquirido de idosos com...

Notícias

Avanço da campanha de imunização no Estado, de acordo com o governo paulista, depende da chegada das vacinas da Fiocruz