conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Valéria Barrio Novo Gonçalves

Laços emocionais X confinamento obrigatório

Laços emocionais e confinamento

“Das delicadezas que a vida ensina, o mais bonito sempre fica: laços também são formas de abraço.” (Renata Carneiro)

Valéria Barrio Novo Gonçalves*

Com o confinamento obrigatório que vivemos atualmente tivemos que nos adaptar ao novo modo de nos relacionar e nos deparamos com a fragilidade da vida humana. Oportunidade para reavaliar a maneira como vivemos, de nos conhecer intimamente, de reforçar laços e principalmente de nos respeitar com relação a escolhas mais acertadas dando oportunidade aos nossos sonhos adormecidos.

E esse confinamento que nos fez refletir sobre valores e nos fez prestar atenção no quanto somos vulneráveis, também nos colocou distante das pessoas que amamos. Apesar de parecer contraditório, permanecer longe é um gesto de amor e cuidado que temos com o outro.

Durante esse período de distanciamento social tivemos momentos festivos onde o que queríamos era estar perto e abraçar nossos queridos. Mas, tivemos que nos adaptar para diminuir a angústia e a ansiedade que ainda temos por não saber por quanto tempo mais teremos que nos privar.

Mas já que aprendemos a conviver com o distanciamento, vamos refletir sobre duas datas que estão próximas para destacar a importância dos laços emocionais fortalecidos diante da impossibilidade de contato físico.

Dia dos Avós

Sobre AVÓS… Dizem que avós são mágicos, que em qualquer tempo nos trazem de volta os sabores da infância. E não é verdade?? Quando lembro do meu saudoso avô David, embarco em uma doce lembrança de lindos momentos de criança e sinto a leveza de estar com ele.

Conforme vários estudos feitos por especialistas, os laços emocionais entre avós e netos são comprovadamente benéficos para o desenvolvimento e bem-estar de ambos. As crianças que possuem relacionamentos fortes com avós são mais bondosas, generosas, com menores taxas de ansiedade e depressão no futuro. Além de ter melhor desempenho nos estudos, autoestima, inteligência emocional e maior capacidade de fazer/manter amigos.

Por outro lado, os benefícios para os avós também são enormes, pois o envolvimento não só emocional, como também funcional com as crianças, traz a sensação de bem-estar e propicia uma saúde psicológica muito mais fortalecida. Além disso, essa participação ativa no cuidado dos netos contribui para a diminuição de distúrbios cognitivos, pois para os avós, cuidar de seus netos traz alegria e significado para suas vidas.

Portanto neste momento onde precisamos manter o distanciamento de nossos queridos, temos o dever de adaptar o convívio com os recursos que temos disponíveis. O isolamento social não significa isolamento emocional, então uma ligação, uma chamada de vídeo, uma mensagem, uma foto ou até mesmo compartilhar as tarefas escolares podem preencher parte desse vazio e pequenos gestos tornam esse momento mais leve.

Dia dos Pais

Laços Dia dos Pais e Dia dos Avós
(Imagem de Hajnalka Mahler por Pixabay

E então temos o Dia dos Pais! Se formos pensar pela ideia clássica do que é “ser um bom pai”, pensamos nos três pilares da paternidade convencional: procriar, prover e proteger. Mas será que nos dias atuais esses pilares são realmente os mais importantes? Vamos refletir…

Para ser pai não necessariamente precisa procriar, é possível outros meios, como a adoção por exemplo. Prover é importante, mas atualmente essa responsabilidade não é só do pai, mas também as mães têm exercido um papel importante nessa questão. E, por fim, proteger, que com certeza tem grande importância, mas a realidade é que muitas crianças vivem sem nenhuma proteção.

A verdade é que “ser um bom pai” é estar presente nas pequenas coisas, participar de momentos importantes. Ser um amigo disponível para escutar sem julgamentos, compartilhar experiências, sentir as dores, cuidar e se permitir viver com a leveza das crianças.

Portanto sejam presentes na vida de seus pais, filhos, avós, amigos, vivam os sonhos da criança que existe dentro de vocês, criem memórias inesquecíveis em meio a esse caos com os seus amados. Afinal esses laços emocionais serão os maiores bens da sua família dentro de uma sociedade cada vez mais obscura.

Aproveito esse espaço para homenagear o meu esposo, minha mãe, meu saudoso pai e meus sogros por serem exemplos de amor, doação e por serem pais e avós tão cuidadosos e dedicados. A vocês, todo o meu amor e minha gratidão.

Valéria Barrio Novo Gonçalves*

Valeria Barrio Cuidado Cuidadores Cuidare

Graduada em Administração de Empresas com Habilitação em Comércio Exterior e pós-graduada em Gestão Empresarial pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), sempre foi apaixonada pelo tema do envelhecimento. Pós-Graduanda em Gerontologia na Faculdade Paulista de Serviço Social (FAPSS), realizou cursos como de Estimulação Cognitiva para Idosos pela Associação Brasileira de Gerontologia (ABG).

Valéria, que estreou em junho como colunista do blog Nova Maturidade, é responsável pela Cuidare Santo Amaro, uma franquia de Cuidadores de Pessoas – idosos, adultos e crianças, com ou sem necessidades especiais. Para conhecer mais sobre a Cuidare Santo Amaro, entre em contato pelos telefones (11) 4281-2717 ou (11) 93435-1977 ou pelo e-mail santoamaro@cuidarebr.com.br.

A periodicidade da coluna é mensal. Confira também o texto de estreia de Valéria Barrio: Cuidados e cuidadores em meio á pandemia.

(Imagem principal de Benjamin Alexander por Pixabay

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Iniciativas & Projetos

Evento será em formato híbrido, presencial e online, com diversas palestras e expositores, com início no dia 29 de setembro

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises