conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Iniciativas & Projetos

Juntando Pontas: projeto social e empreendedorismo

Silvia Scagliarini do projeto Juntando Pontas

Promover a interação e o empreendedorismo entre os 60+ é a proposta do projeto social “Juntando Pontas – Interagindo com a pessoa idosa, a família e a sociedade”, lançado na quarta, dia 25 de setembro, em São Paulo. A realização é da Associação Beneficente e Cultural B’nai B’rith Brasil, que abraçou o projeto de Silvia Scagliarini, gerente de projetos e fundadora da startup Vivmais.

Bem-estar, educação, tecnologia e geração de emprego e renda são pilares do Juntando Pontas. A iniciativa se baseia no conceito de “aging in place”, ou seja, que a pessoa idosa possa viver com autonomia e independência em seu próprio lar, mantendo uma vida socialmente ativa. Inicialmente o serviço estará disponível apenas para alguns bairros de São Paulo como Pinheiros, Jardim Paulista, Lapa e Santana. “A expectativa é que o projeto cresça e que a gente consiga abraçar são Paulo com o Juntando Pontas”, disse Silvia ao blog.

A outra ponta do projeto é a reinserção no mercado de trabalho. O Juntando Pontas cria o empreendedor do cuidado. Pessoas entre 50 e 65 anos que estejam desempregadas ou aposentadas poderão participar. Será feito um curso de 120 horas para prepará-los para acompanhar idosos em atividades internas e externas, oferecendo uma assistência adaptada de acordo com cada necessidade. A contratação será por hora/trabalho e a conexão com familiares e idosos por meio de um aplicativo. A plataforma permitirá o agendamento, a escolha de um profissional mais próximo e do tipo de atividade, além do monitoramento e geolocalização.  

O recrutamento e seleção dos profissionais começarão no mês de outubro, segundo Silvia. Os interessados devem se cadastrar no site das empresas Maturijobs ou Elancers. Em novembro terá início a primeira turma do curso de empreendedores do cuidado com cem vagas, e em janeiro, os atendimentos aos idosos. “O curso é voltado para todo o conceito de Gerontologia e do cuidado do idoso, e vai ser dado pela gerontóloga Marilia Sanches com outros profissionais convidados”, explica Silvia.  

Para identificar as necessidades e estratégias para um atendimento realmente eficaz, o projeto também aplicará pesquisas qualitativas e quantitativas. No estudo de cenário, serão levantadas demandas tanto de pessoas idosas como dos responsáveis diretos. Mais informações no site www.juntandopontas.com.br.

Legado

O Juntando Pontas terá ainda a missão de registrar as memórias e trajetórias de vida daqueles que fazem parte da história da cidade e da B’nai B’rith São Paulo. Segundo Zeila Sliozbergas, presidente da associação em São Paulo, no evento de apresentação do projeto as entrevistas em áudio e vídeo já estão sendo realizadas e devem também ser registradas em um livro. O presidente da B’nai B’rith do Brasil, Abraham Goldstein, também participou do lançamento.  

Recursos

O projeto foi possível por meio da celebração do Termo de Fomento com o governo do Estado de São Paulo, por intermédio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social e do Conselho Estadual do Idoso. E contou ainda com o reforço da iniciativa privada por meio da renúncia fiscal das empresas Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), Banco Safra, Instituto Center Norte, Embracon e PortoCred.

O Juntando Pontas foi selecionado em edital de chamamento público do Conselho Estadual do Idoso. “A B’nai B’rith apresentou o projeto, que foi selecionado e a gente acompanha a execução. Nós estamos à disposição para o que for necessário”, explica o vice-presidente do órgão, Tomas Freund, que participou do evento de lançamento, assim como a secretária de Estado de Desenvolvimento Social, Célia Parnes.

Para Tomas, que representa a Secretaria de Justiça no Conselho, o Juntando Pontas é muito importante porque  incentiva a inclusão do idoso na sociedade e a manutenção de uma vida mais ativa e positiva. O Conselho é presidido por Vera Nascimento-Fritz, que já foi entrevistada pelo blog (acesse aqui). O próximo edital deve ser lançado em breve. Acompanhe no site.

Célia Parnes no lançamento do Juntando Pontas
Célia Parnes destacou a importância do Juntando Pontas

A secretária Célia Parnes também ressaltou os benefícios do projeto: “Vejo com muito bons olhos esta parceria da Secretaria de Desenvolvimento Social com a B’nai B’rith nesse programa Juntando Pontas, porque aproxima pessoas nessa faixa 60+ para que consigam apoiar os idosos nas suas atividades de interesse, interesse em comum ou mesmo para começar alguma atividade nova, um aprendizado novo, que é tão importante nesta faixa etária”.

Vila Dignidade

Em sua participação no evento de lançamento, Celia destacando outras iniciativas do governo do Estado em prol da pessoa idosa, como os Centros Dia e de Convivência e o selo SP Amigo do Idoso. A secretária de Desenvolvimento Social afirmou ainda que o Vila Dignidade, voltado para a moradia, passa por uma reformulação e o lançamento do novo formato no dia 1 de outubro, Dia Internacional do Idoso, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo. (Katia Brito)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Iniciativas & Projetos

Evento será em formato híbrido, presencial e online, com diversas palestras e expositores, com início no dia 29 de setembro

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises