conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Eventos

I Fórum Nacional da Pessoa Idosa está com inscrições abertas

Evento online, promovido pela Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, será entre 13 e 16 de abril

Evento vai promover discussão sobre o cenário atual do envelhecimento populacional no Brasil

Estão abertas as inscrições para o I Fórum Nacional da Pessoa Idosa: “Envelhecimento e seus Desafios no Brasil”. O evento, promovido pela Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa, será entre os dias 13 e 16 de abril, a partir das 14 horas, com transmissão ao vivo pelo Facebook e Youtube do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. Inscrições pela Escola de Assistência Jurídica (Easjur), um órgão auxiliar da Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF).

O objetivo do Fórum, de acordo com o ministério, é promover uma discussão sobre o cenário atual do envelhecimento populacional no Brasil e possíveis propostas para o atendimento às necessidades da população idosa brasileira. Serão abordados variados aspectos, como uso de tecnologias, participação e protagonismo da pessoa idosa e rede de proteção e acolhimento.

Na mesa de abertura do evento no dia 13, estarão presentes a ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves; Antonio Costa, da Secretaria Nacional de Promoção e Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (SNDPI/MMFDH); a desembargadora do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), Sandra de Santis Mello, e, a defensora pública-geral do Distrito Federal, Maria José de Nápolis.

Também estarão no primeiro dia do Fórum Nacional, o presidente da Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa Idosa (Cidoso), deputado federal Frederico Escaleira, e a procuradora-geral de Justiça do Distrito Federal e territórios, Fabiana Barreto.

Um dos objetivos é debater propostas para o atendimento desta população

Programação

A programação do segundo dia (quarta, dia 14) terá o Eixo 1: Tecnologias e Envelhecimento, com palestras sobre telemedicina, telessaúde de cuidado biopsicossocial sênior, as novas tecnologias como instrumentos de promoção da saúde, o papel da defensoria pública no acesso às tecnologias pelas pessoas idosas e o uso da tecnologia para os beneficiários do INSS.

Em seguida, haverá a mesa de debate “Inovações Tecnológicas e Barreiras para a inclusão digital”. Os convidados são Egídio Dórea, diretora da Aging2.0 e coordenador da USP 60+; Sérgio Duque Estrada, representante da Aging2.0 para a América do Sul e co-fundador da Consultoria Ativen; Cilene Queiroz Pinheiro de Oliveira, presidente da Associação Brasileira de Alzheimer (ABRAz) São Paulo, e Wilson Jacob Filho, médico e professor do Hospital das Clínicas da Daculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (HC-FMUSP).

Proteção e acolhimento

As palestras do Eixo 2: Redes de Proteção e Acolhimento na quinta-feira, dia 15, serão sobre atenção integral à pessoa idosa, rede de proteção, Alzheimer e outras demências, e arranjos de acolhimento. A mesa de debate do dia terá como tema “Propostas e possibilidades de melhorias e qualificação da rede de proteção e acolhimento à pessoa idosa no Brasil”.

Os convidados para o debate são a psicóloga e consultora do Ministério da Saúde, Maria Cristina Corrêa Lopes Hofmann; o geriatra e presidente da ABRAz – Distrito Federal, Otávio Castello de Campos Pereira; delegada da Delegacia de Proteção à Pessoa Idosa de Porto Alegre (RS), Cristiane Machado Pires Ramos, e o delegado de Sergipe, Gabriel Ribeiro Nogueira Júnior.  

Protagonismo e idadismo

O Eixo 3: Protagonismo da Pessoa Idosa e mecanismos de valorização vai abrir a programação do último dia do Fórum, na sexta, dia 16, com palestras sobre testamento vital, mercado de trabalho para os 50+ e conexões e relações na comunidade.

O encerramento será com a mesa de debate “O impacto da comunicação do idadismo X a valorização do envelhecer”, com a jornalista especializada em saúde e longevidade, Lina Menezes; Marie Claire Eshkenazy, ativista da velhice, e Willians Fiori, especialista em Longevidade.

Em janeiro, o ministério e a Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF) também promoveram a Jornada de Qualificação da Política de Atendimento ao Idoso. Mais detalhes sobre a programação do Fórum Nacional da Pessoa Idosa no link.

(Fontes: Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos e Escola de Assistência Jurídica – Easjur – da Defensoria Pública do Distrito Federal / Imagem principal: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Notícias

Atividade online oferecida pelo Campus Virtual Fiocruz tem como cuidados integrais, vacinação, contatos sociais, entre outros

Notícias

Medida adotada pela prefeitura da capital, que entrou em vigor em fevereiro, vem gerando questionamentos por ter retirado um direito adquirido de idosos com...

Eventos

O Programa Vem Dançar, iniciativa da Prefeitura de São Paulo, por meio da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME), terá neste ano um...

Notícias

Profissionais fundamentais para a população idosa, os cuidadores de idosos domiciliares precisam ser incluídos no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19. Na luta...