conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Eventos

Encontro Grisalhas em SP é adiado para agosto

Criado a partir de uma fanpage nas redes sociais, o evento proporcionará encontros e discussões sobre aceitação, amor próprio e empoderamento

O grupo Grisalhas Assumidas e em Transição, sob o comando de sua idealizadora Daniela De Bonis, criou o 1º encontro voltado para as mulheres que cansaram de pintar os cabelos só para agradar a padrões estabelecidos pela sociedade machista e que julgam as mulheres com cabelos brancos como relaxadas, velhas ou outros adjetivos pejorativos.

O 1º Encontro Grisalhas Assumidas e em Transição, que aconteceria em São Paulo, no dia 28 de maio, no Tênis Clube Paulista, foi transferido para o dia 13 de agosto, às 14 horas. A expectativa é reunir mulheres de todo o país. A ideia é trazer as discussões levantadas no ambiente virtual para as mesas do salão do clube e gerar conexões entre as participantes. Inscrições e informações pelo link.

O embaixador do evento será Ivan Stringhi, hair stylist e fundador do Projeto Tesourinha. Ivan fará um corte na abertura e participará da mesa redonda ao final do evento que responderá a perguntas dos participantes. Além do embaixador, também haverá palestras no dia e que abordarão temas como inteligência emocional, empoderamento feminino, nutrição e longevidade da mulher e outros temas ligados a comportamento e bem-estar.

Diferente do homem grisalho, tido como charmoso, maduro e autoconfiante, as mulheres começaram há poucos a terem posturas como largar a coloração e assumir a beleza que há nos fios brancos. É sabido que essa construção machista do visual da mulher sem um fio de cabelo grisalho vem de décadas, mas esse grupo de mulheres mostra que será mais uma barreira derrubada em prol de uma igualdade que a cada dia se aproxima da realidade.

Para todas as mulheres que se enquadram no conceito do Grisalhas Assumidas e em Transição, sejam elas membros da fanpage do Facebook que tem mais de 125 mil inscritos ou não, a lição que o encontro quer passar é de que são mulheres que decidiram mudar o mundo.

“Uma geração de mulheres que se libertaram dos padrões de beleza que há muito tempo nos escraviza e que, independentemente da idade, são julgadas única e exclusivamente pela aparência, o que inclui a cor dos cabelos. Essa revolução tem o objetivo de libertar a nossa e as futuras gerações, nossas filhas e netas, da prisão que é viver de acordo com um padrão irreal, injusto e retrógrado de beleza“, segundo a organizadora e criadora do grupo, Daniela De Bonis.

Grupo Grisalhas

Com mais de 125 mil mulheres, o Grisalhas Assumidas e em Transição existe há seis anos com destaque no Facebook, participando dos maiores programas da plataforma como Facebook Powers Admins Brasil, Facebook Certified Community Manager, Laboratório de Aprendizagem para Comunidades do Facebook – Brasil, Facebook Community Accelerator.

O grupo representa uma comunidade de apoio e acolhimento às mulheres que desejam se libertar de padrões estéticos. Em sua jornada, já foram assistidas milhares de mulheres em tarefas simples (para alguns) como se olharem no espelho e se amarem como realmente são.

(Fonte: Grisalhas Assumidas e em Transição / Aspas e Vírgulas)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Notícias

Atividade online oferecida pelo Campus Virtual Fiocruz tem como cuidados integrais, vacinação, contatos sociais, entre outros

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises