conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Notícias

Empréstimo consignado: problema ou solução?

Especialista orienta sobre a tomada de empréstimos, soluções para endividados e como evitar más práticas como a liberação indevida

Com juros mais baixos e facilidade de contratação, o empréstimo consignado pode ser uma solução para muitos brasileiros, principalmente aposentados e pensionistas diante da crise econômica. Com a Lei n° 14.131, de 30 de março de 2021, a margem de empréstimo em relação à renda foi ampliada de 35% para 40% até 31 de dezembro de 2021. Medida que reforça a necessidade de estar atento para não cair em más práticas e evitar que o crédito se transforme em um problema.

Um problema que tem gerado muitas reclamações é o crédito liberado indevidamente, sem o conhecimento prévio do contratante. Uma audiência pública na Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados, no dia 13 de maio, debateu a questão.  

Para Yasmin Melo (foto), presidente do Instituto Nacional do Agente Financeiro (Inaf), os correspondentes bancários são uma categoria responsabilizada e generalizada indevidamente por ações irregulares de uma minoria. “E o que não se fala é que o setor repudia estas práticas e trabalha diariamente para eliminar estas pessoas do mercado”, ressalta.

De acordo com dados do Inaf, o Brasil tem mais de 1,5 milhão de correspondentes bancários, responsáveis por quase 50% do crédito consignado liberado no país.  Segundo dados da Febraban, o empréstimo consignado responde por 36% dos empréstimos concedidos a pessoas físicas.

A especialista alerta que a única maneira de evitar a liberação indevida é “que a pessoa procure o INSS e faça o bloqueio do seu benefício para empréstimos”. Caso venha a precisar do empréstimo, é possível, de forma simples, fazer o desbloqueio.

Endividados

Para quem já esteja endividado e tem crédito consignado, Yasmin afirma que há algumas soluções para ajudar a sair desta situação: “Existem modalidades como compra de dívidas, portabilidade e refinanciamento com redução de parcelas. São opções oferecidas pelos bancos e que podem te ajudar a sair do endividamento”.

Com a portabilidade, por exemplo, é possível transferir a dívida de um banco para outro e ainda reduzir o valor da parcela paga. “Você pode voltar ao início do contrato e pegar troco ou às vezes você nem precisar voltar ao início do contrato”, explica Yasmin.

Crédito

Para quem precisa do empréstimo, confira as dicas da especialista:

  • Desconfie de liberação de valores muito altos, que ultrapassem a sua margem para empréstimo.
  • Não faça pagamentos antecipados. As empresas credenciadas não exigem nem um depósito antecipado para liberação do empréstimo. Desconfie. Qualquer pagamento antecipado para liberação de empréstimo consignado é fraude.
  • Verifique as informações da empresa, busque referências da empresa nas redes sociais e em sites ligados à defesa do consumidor, como o Reclame Aqui. Confira o endereço, o telefone e pesquise se a empresa tem reclamações de outros clientes. Lembre-se que por conta da pandemia, muitas empresas adotaram o home office. A sugestão é fazer uma chamada de vídeo para conhecer a pessoa e a empresa.

(Imagem principal: Marcello Casal/Agência Brasil)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Notícias

Atividade online oferecida pelo Campus Virtual Fiocruz tem como cuidados integrais, vacinação, contatos sociais, entre outros

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises