conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Iniciativas & Projetos

Campanha Perto do Coração mostra que a vida não para

Anézio Anitell, de 83 anos, e Roseli Zanetti

Nem mesmo a insuficiência cardíaca deve impedir você de viver o que está perto do coração. Essa é a premissa da campanha “Perto do Coração”, lançada neste mês de setembro pela Novartis Brasil. O objetivo é conscientizar cada vez mais pessoas a cuidar da saúde do coração, tratando e controlando a insuficiência cardíaca.

A insuficiência cardíaca, como explica o site da campanha, é principalmente uma consequência de doenças prévias que danificaram o coração e resultaram na sua incapacidade de “trabalhar” adequadamente. O órgão pode não ter força suficiente para enviar o sangue para circulação nos vasos ou receber o sangue de volta, mas ter dificuldades para se encher pois a musculatura está enrijecida. Em casos mais raros, pode ser uma condição de nascença.

Novartis Perto do Coração Insuficiência Cardíaca

Os principais sintomas da doença são falta de ar (dispneia), inchaço dos pés e pernas (edema), falta de energia e cansaço, dificuldade de dormir à noite devido à dificuldade de respirar, perda de apetite, ganho de peso devido ao inchaço, tosse, confusão mental e tontura.

A campanha da Novartis tem uma abordagem leve e mostra que os pacientes que sofrem com doenças cardiovasculares, como a insuficiência cardíaca, podem fazer o que gostam com qualidade de vida, sempre com acompanhamento de uma cardiologista.

Aulas de dança

Para mostrar que envelhecer com saúde e qualidade de vida não significa a ausência de doença, neste mês de setembro o canal do YouTube da empresa tem aulas de dança gratuitas, todas às terças às 16 horas. Os professores são Anézio Anitell, de 83 anos, e Roseli Zanetti, de 63 (em destaque na imagem principal).

Anézio conta nos vídeos que sempre gostou de dançar, mas ultimamente passou a sentir falta de ar e não tinha energia. Procurou um cardiologista e foi diagnosticado com insuficiência cardíaca. Ele segue o tratamento e continua fazendo o gosta: dançar.

A recomendação antes de fazer as aulas é procurar um médico para conferir se está tudo ok com a saúde e está liberado para dançar. Anézio e Roseli ensinam por meio de videoaulas os passos básicos de alguns ritmos. As primeiras aulas de forró e samba de gafieira já estão no canal. (Fonte: Novartis Brasil)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Iniciativas & Projetos

Evento será em formato híbrido, presencial e online, com diversas palestras e expositores, com início no dia 29 de setembro

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises