conecte-se conosco

Olá, o que você está procurando?

Cultura

Alma Despejada com Irene Ravache tem temporada online

A atriz estreou na sexta, dia 2, e participa de bate-papo virtual com o público no domingo, dia 4 de julho, às 20 horas, pelo Sympla

Alma Despejada, solo protagonizado pela atriz Irene Ravache

O espetáculo Alma Despejada, solo protagonizado pela atriz Irene Ravache, iniciou uma temporada online na sexta-feira, dia 2 de julho no Teatro WeDo!, sala virtual da plataforma Sympla. Com texto de Andréa Bassitt e direção de Elias Andreato, a peça está indicada ao Prêmio Bibi Ferreira nas categorias de Melhor Atriz, Texto e Iluminação. O enredo conta a história de Teresa, uma senhora com mais de 70 anos que, depois de morta, visita pela última vez a casa onde viveu e relembra passagens de sua vida.

Alma Despejada fica em cartaz até 31 de julho, às sextas-feiras e aos sábados, com sessões abertas a partir das 12 horas. Ao adquirir o ingresso pela plataforma Sympla (R$ 40), o espectador pode acessar a exibição a qualquer momento pelo período de 24 horas. A gravação, realizada durante temporada no Teatro Porto Seguro, com presença de público, proporciona a experiência de ver a peça em casa, com proximidade de detalhes, além de imagem e som em HD, aproximando ainda mais o espectador da encenação no palco.

No enredo, Teresa, já falecida, visita a casa onde morou a maior parte de sua vida. O imóvel foi vendido e sua alma foi despejada. Teresa era professora de classe média, apaixonada por palavras, que teve dois filhos com Roberto, seu marido, homem simples, trabalhador, que se tornou um empresário bem-sucedido e colocou sua família no ranking de uma classe média emergente.

Escrita especialmente para Irene Ravache, em 2015, a peça apresenta uma personagem transita entre o passado e o presente, do outro lado da vida, sempre de maneira poética e bem-humorada. Teresa relembra histórias e pessoas importantes em sua existência, como Neide, sua funcionária por mais de 30 anos, e Dora, sua melhor amiga.

Alma Despejada, solo protagonizado pela atriz Irene Ravache

A teatralidade do texto de Andrea Bassitt (que também escreveu as peças As Turca e Operilda na Orquestra Amazônica) instiga o espectador a seguir uma história aparentemente trivial, mas com uma trajetória surpreendente. “Essa mulher é apresentada diante de sua própria vida, e, a partir dessa visualização, ela encontra o entendimento da sua existência. É como se precisássemos abandonar a matéria para sermos conscientes de nós mesmos”, reflete o diretor Elias Andreato.

“Eu fiquei fascinada com esse texto e sua poesia. É muito delicado e fala da memória de uma mulher na minha faixa etária. Mesmo sabendo que a personagem está morta, não é uma peça triste, pesada ou rancorosa, fala muito mais de vida que de morte. Eu adoro esse tipo de possibilidade que o teatro oferece. E não tenho medo de misturar essas coisas, porque isso faz parte da vida. Nossa vida não é linear. Ela tem essas nuances”, confessa Irene Ravache.

Sessões

Alma Despejada estreou em São Paulo, em setembro de 2019, no Teatro Porto Seguro, e estava em cartaz até março de 2020, no Teatro Folha, quando os teatros foram fechados devido à pandemia do coronavírus. No último ano, foram duas sessões virtuais, uma para o Sesc São Paulo e outra para o Instituto Usiminas, além de uma temporada recente em Portugal.

(Fonte: Verbena Comunicação / Fotos: João Caldas Filho/Divulgação)

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

NEWSLETTER

Cadastre-se e receba todas as nossas novidades





Leia também

Artigos

*Egídio Dórea Simone de Beauvoir, célebre filósofa francesa e autora de um dos mais profundos estudos antropológicos sobre a velhice, resgatou nesse livro uma...

Colunistas

Programa musical tem ido além da valorização dos talentos 60+, trazendo debates sobre etarismo e as conquistas femininas

Iniciativas & Projetos

Evento será em formato híbrido, presencial e online, com diversas palestras e expositores, com início no dia 29 de setembro

Saúde & Bem-estar

Em sua 9ª edição, campanha alerta para a importância do cuidado com a saúde mental em tempos de prolongada pandemia e crises